loading...
Sponser

Drones para uso organizacional

A utilização de drones para fins organizacionais começa a ser uma realidade cada vez mais próxima. Eis alguns exemplos de actividades em que estes aparelhos poderão ser úteis:

Drones para filmagens aéreas

Filmagens aéreas

O drone pode servir para realizar percursos periódicos sobre áreas de movimento e acesso limitado ou susceptíveis a risco. Pode igualmente ser utilizado para captação de imagens aéreas com diferentes finalidades.

Assistência no resgate de pessoas 

O drone facilita o processo de salvamento em zonas de difícil acesso por via da sua mobilidade. Possibilitando assim, um auxílio mais rápido e eficaz às vitimas.

Averiguação de solo e terrenos

Com um drone a identificação de terrenos ou solos torna-se mais célere. Através das câmeras de alta resolução acopladas ao mesmo, é possível avaliar as características de um terreno e analisar a sua viabilidade para realização de diferentes actividades, desde a construção à plantação.

Em Portugal algumas empresas já adquiriram drones com intuito de optimizar as suas actividades.

Auditoria de telhados e fachadas de edifícios

Pode-se reduzir o risco inerente à verificação das condições estruturais de um telhado ou da fachada de um edifício, por via da utilização de um drone. Para além da redução do risco, o drone permite que tarefa seja optimizada, dadas as suas funcionalidades ao nível da captação e registo de imagens.

Entrega de mercadorias

O drone poderá servir de meio de transporte no processo de entrega de mercadorias. São capazes de sobrevoar o trânsito e de garantir mais segurança que uma mota, por exemplo. Através das câmeras incorporadas, é possível acompanhar em tempo real o transporte da mercadoria e assim garantir que a mesma chega ao seu destinatário. Inúmeras empresas de renome encontram-se actualmente a estudar a viabilidade desta hipótese.

Em Portugal algumas empresas já adquiriram drones com intuito de optimizar as suas actividades. A EDP é um desses exemplos, utilizando os aparelhos para vigiar as suas linhas eléctricas. Espera-se que no futuro outras possam seguir o mesmo caminho.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *