loading...
Sponser

As principais razões dos acidentes com drones

A DJI escreveu recentemente um artigo no seu site sobre as 10 principais razões dos acidentes com drones. Este artigo pretende ajudar os utilizadores a compreender de que modo poderão controlar ou evitar determinadas acções que põem em risco o funcionamento do aparelho.

Eis as principais razões:

  • Avaria nas hélices: Dadas suas características materiais, as hélices, depois de alguma utilização, tendem a perder consistência e consequentemente a dobrar. Como tal, verifique as condições das hélices antes de iniciar o seu voo de forma a garantir o sucesso do mesmo.
  • Falha no sinal GPS: Evite realizar voos perto de áreas habitacionais. Opte por fazê-los em zonas abertas onde a probabilidade de falha no sinal GPS é praticamente nula.

  • Erro no compasso: A dessincronização do compasso é das principais causas de acidentes com drones. Qualquer fonte magnética é suficiente para afectar o funcionamento do compasso, por isso, evite voar próximo de torres de alta tensão ou de linhas telefónicas onde a frequência electromagnética é elevada.
  • Transmissão de video desconectada: Este tipo de erro pode ocorrer a qualquer momento. Não está relacionado com as horas de rotação do aparelho mas sim com danos nos cabos e nas entradas do mesmos. Certifique-se antes de iniciar o voo que os cabos e as entradas encontram-se me perfeitas condições.
  • Acidente durante o processo de retorno à base: Evite seleccionar a opção return to home quando perde o controlo do drone. Ao seleccionar essa opção o drone traçara automaticamente um caminho em linha recta até à base, não evitando assim, qualquer tipo de obstáculo. Nesta situação específica,não entre em pânico, tome o controle do drone e conduza-o até si.
  • Ponto inicial incorrecto: Esta situação ocorre quando o sinal de GPS é perdido durante o voo. Ao retomar o sinal,  o drone efectua uma recalibração que poderá estar incorrecta, não reconhecendo assim, o ponto inicial. Neste caso verifique imediatamente se o ponto inicial está correcto, caso não esteja , defina uma altitude igual ou superior a 100 metros e retorne à base.
  • Bateria parcialmente carregada: Realize o seu voo com a bateria do drone totalmente carregada.
  • Retorno à base com níveis baixos de energia: É fundamental aterrar o drone quando este atinge os 30% de energia.
  • Embater noutro drone: Evite pilotar o seu drone perto de outro. Antes de iniciar o seu voo verifique se não existe nenhum drone a voar na área circundante.

  • Erro na direcção do drone: Por vezes, quando adquirimos um drone e ainda não possuímos um conhecimento total sobre o seu funcionamento, tendemos a confundir a dianteiro com a traseira. Esta confusão pode levar à ocorrência de acidentes. Antes de levantar voo certifique-se que está familiarizado com sentido em que o aparelho se move.

 

Em caso de acidente qual o procedimento mais adequado:

  • Desligue o aparelho; remova as baterias e os adereços
  • Limpe o aparelho com álcool
  • Rode os rotores manualmente enquanto o drone está de cabeça para baixo para desalojar qualquer areia / sujidade e, em seguida, sopre em cada um deles (ou use ar comprimido) para remover qualquer sujidade restante
  • Verifique a amplitude de movimento da gimbal e as partes danificadas
  • Verifique a câmera quanto a fissuras ou fios soltos
  • Verifique a bateria quanto a danos estruturais
  • Retire todos os adereços e verifique se existem fissuras ou deformidades. Substitua quaisquer adereços que mostrem sinais de danos
  • Verifique todas as almofadas da gimbal e protectores de queda para certificar-se de que estejam bem colocados e intactos
  • Verifique se existem fissuras na frame, incluindo o trem de aterragem
  • Verifique cada motor para (incluindo todos os parafusos

Reinicie o drone. De seguida:

  • Reinsira a bateria no drone quando a verificação completa / limpa estiver concluída
  • Reinicie o drone numa superfície plana e deixe-o proceder autonomamente à inicialização
  • Calibre o compaso e depois a IMU
  • Verifique o gimbal amplitude de movimento usando o controle da mesma e, de seguida, movendo o UAV
  • Ligue os motores sem os adereços e verifique se existe alguma oscilação
  • Desligue os motores, ligue os suportes, reinicie os motores novamente e verifique se não existe nenhum tipo de oscilação
  • Pegue no drone acima do nível dos olhos e verifique se há movimentos estranhos / tremores
  • Enquanto grava um vídeo, realize manobras básicas (avançar, retroceder, esquerda, direita, virar para a esquerda, virar para a direita, para cima, para baixo)
  • Reveja o vídeo que gravou para garantir que não haja turbulências adicionais
  • Realize um voo de longa distância baixo e lento (não sobre a água) para garantir que tudo esteja a funcionar bem

Fonte: https://store.dji.com/guides/drone-crash/

2 thoughts on “As principais razões dos acidentes com drones

  1. José Matias diz:

    Excelente aviso, simples, claro e conciso, muitos que o leram, pensaram “isso também eu já sabia”, às vezes estas “lembranças” são mais eficientes que os avisos propriamente ditos, excelnte artigo!

  2. Pedro diz:

    Excelente mas incompleto . É claro que a DJi não iria mencionar os crashings devidos a falhas nos seus componentes . Até parece que os flyways dos DJi e as falhas de motores não são conhecidas.
    Mas pronto, esses são os principais problemas na generalidade dos drones e não só nos DJi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *